Carregando Post...

Indústria 4.0: entenda o que é e como um sistema de gestão para indústria pode impulsionar o crescimento do seu negócio!

Afinal, o que é essa tal de indústria 4.0 e por que um sistema de gestão para indústria é tão importante? Descubra tudo neste conteúdo! Introdução
A Indústria 4.0 representa uma série de transformações que a indústria atualmente vem passando para automatizar e integrar todos os processos a partir do uso de tecnologias da informação, como o sistema de gestão para indústrias. Ela foca na melhoria, eficiência e no aumento da produtividade dentro de uma empresa, a partir da automatização tornando o processo auto suficiente e mais inteligente. Por esse motivo, é muito importante que os gestores empresariais atentem a essas mudanças, uma vez que no cenário mundial as empresas estão cada vez mais integradas com tecnologias digitais. E pensando nisso, elaboramos este artigo que irá abordar o conceito, o que é, qual é a situação do Brasil nesse cenário, quais são as mudanças, e o principal: como adequar a sua empresa para o modelo de Indústria 4.0!

Qual o conceito de Indústria 4.0?  O conceito de Indústria 4.0 está ligado ao processo de transformações digitais, visto que é a integração da automação e da tecnologia da informação. Não visa apenas o uso de máquinas no processo industrial, mas também de inteligência artificial, visando otimizar todos os processos dentro da indústria. O termo foi apresentado pela primeira vez no ano de 2011, quase 10 anos atrás, por Siegfried Dais (Robert Bosch GmbH) e Henning Kagermann (German Academy of Science and Engineering), na feira de Hannover, principal evento de tecnologia do governo alemão, o projeto tinha o intuito de automatizar e informatizar a manufatura. Em 2013, na mesma feira, o relatório final estabeleceu, de fato, o conceito de indústria 4.0, ou seja, uma produção inteligente do qual a tomada de decisões são baseadas em dados. O que significa, de fato, a quarta Revolução Industrial? Para responder tal pergunta, primeiro precisamos entender o conceito de revolução, que em suma significa uma “grande transformação radical na sociedade”, sendo assim, uma revolução industrial traz mudança e um grande impacto nas formas de realização dos processos industriais, isso a nível mundial. Ao longo dos anos na história da humanidade, algumas revoluções foram realizadas, e todas elas contribuíram para o avanço tecnológico dentro da indústria, é importante destacar que isso é um movimento natural para a evolução das coisas. Dito isto, retomaremos brevemente o que cada revolução industrial proporcionou para compreendermos melhor o que chamamos de a Quarta Revolução Industrial. A Primeira Revolução Industrial, teve o seu pioneirismo na Inglaterra, apesar de não ter uma data específica, iniciou-se em meados dos anos 1760 a 1850 sendo marcada pelo desenvolvimento tecnológico das máquinas a vapor, o que impactou principalmente a indústria têxtil passando de manufatura para maquinofatura. A Segunda Revolução Industrial, impulsionou ainda mais a industrialização (entre 1850 a 1950), destaca-se como protagonistas dessa revolução países, além da Inglaterra, outros como Estados Unidos, Japão e Alemanha. Ela foi marcada pela descoberta de novas fontes de energia, como o petróleo, e novas formas de produção, sendo principalmente favorecida pelo novo sistema econômico, o capitalismo. A Terceira Revolução Industrial, ou Revolução Técnico-Científica, teve seu início no final da Segunda Guerra Mundial (a partir de 1950), quando as mudanças passaram a também ser no campo científico, e não somente no processo produtivo, elevando o patamar dos avanços técnicos científicos, em diversas áreas: robótica, genética, comunicação, transporte entre outras, integrando ciência, tecnologia e produção. A Quarta Revolução Industrial, teve seus primeiros passos dado em meados de 2011 na Feira de Hannover na Alemanha, na busca de promover a integração máxima da automação dos processos industriais com autonomia, agilidade e eficiência. Essa integração é estabelecida por meio da tecnologia, com o uso de Inteligencia Artificial, Machine Learning, Internet of Things, Data Science, Big Data entre outras, ou seja, criando um ecossistema industrial onde as máquinas se comunicam e interagem de forma complexa e auto suficiente. Por isso a indústria 4.0 é considerada a Quarta Revolução Industrial! Pois cada vez mais a indústria se automatiza com máquinas que desenvolvem funções complexas, nunca antes vistas na sociedade. É importante destacar que isso já não é uma mera possibilidade para a indústria e sim uma realidade cada vez maior! Um panorama geral sobre a Indústria 4.0 no Brasil. No atual cenário brasileiro, as empresas estão começando a compreender os benefícios de um sistema de gestão para indústrias e também iniciando a implementação e a integração a indústria 4.0, visto que, apenas 2% das organizações já estão de fato inseridas na prática, segundo a agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI, 2018), ou seja, isso evidencia que está apenas nos estágios iniciais dessa modernização completa e que tem grande potencial. Segundo World Digital Competitiveness (2021), ranking que verifica como as tecnologias digitais estão sendo usadas, exploradas e pesquisadas, a partir de três parâmetros: knowledge (conhecimento), technology (tecnologia) e future readiness (prontidão para o futuro), constatou que o Brasil encontra-se na posição 51 de 64 países avaliados. Destaca-se que, no parâmetro future readiness, o qual avalia o nível de preparação para explorar novas tecnologias digitais, apresenta uma estagnação do país nesse requisito, ou seja, a indústria 4.0 está sendo implementada lentamente. Portanto, é preciso pôr em prática o conhecimento que está sendo gerado, algo que o Brasil cresceu nos últimos anos, para impulsionar o crescimento e a competitividade no mercado, e para isso as empresas e seus gestores devem estar atentos à Indústria 4.0.  Pilares da Indústria 4.0. Agora que já está estabelecido o conceito geral de Indústria 4.0, entenderemos quais são os pilares tecnológicos fundamentais, são essas características que você deve buscar no momento da escolha do melhor sistema de gestão para a sua indústria. Em 2015, o Boston Consulting Group publicou o artigo “Industry 4.0: The Future of Productivity and Growth in Manufacturing Industries” que estabeleceu os pilares tecnológicos que até hoje são seguidos para construção, implementação e transformação da indústria. Os pilares são: 1. Big Data e Analytics: analisar grande volume de dados com o objetivo de otimizar a qualidade da produção, economia de energia e melhora dos serviços e equipamentos, assim contribuindo para tomada de decisão em tempo real; 2. Robôs autônomos: a indústria há muito tempo já usa robôs na produção em serviços repetidos, todavia com as novas tecnologias os novos robôs interagem entre si, armazena dados e aprende a partir dessa interação; 3. Simulação: também já usada, como o 3D, porém na indústria 4.0 com dados em tempo real simula o modelo físico num modelo virtual (máquinas, produtos ou humanos); 4. Integração vertical e horizontal do sistema: objetiva integrar toda a empresa, ou seja, departamentos, funções e recursos todos conectados; 5. Internet das Coisas Industrial: permite que os dispositivos comuniquem e interajam entre si, de forma inteligente para a análise e tomada de decisão em tempo real; 6. Cibersegurança: devido o aumento da conectividade, necessita de protocolos para proteger os dados, por isso o uso de um gerenciamento sofisticado de identidade e acesso; 7. Nuvem (cloud computing): também já é utilizado, porém na indústria 4.0 ela é essencial para guardar grandes volumes dados que serão gerados pelas máquinas, e cada vez mais as empresas utilizará. 8. Fabricação Aditiva: maior desempenho na produção de lote de produtos altamente customizados; 9. Realidade Aumentada: utilizada bastante em videogames, mas dentro da Indústria 4.0 tem um papel importante de fornecer ao trabalhador informações em tempo real para agilizar as tomadas de decisões e procedimentos de trabalho. Importância da Indústria 4.0 e principais mudanças nas empresas? A Indústria 4.0 tornou-se importante no cenário mundial por agilizar os processos dentro das indústrias, a fim de diminuir custos e aumentar os lucros com uso de tecnologias digitais. Com isso, a principal mudança é a redução da mão de obra humana e uma maior qualificação dos profissionais que trabalharão nesse ambiente híbrido. Ressalta-se que, a gestão da empresa deve conhecer bem o que é a Indústria 4.0 e os impactos da implementação de novas tecnologias. É importante entender que essa é uma mudança inevitável, principalmente porque países desenvolvidos como a Alemanha, Estados Unidos, entre outros, estão muito mais avançados nesse processo, por isso inserir-se nesse movimento possibilitará competir com outras grandes empresas. Como sua empresa pode se adequar a Indústria 4.0? O passo primordial que todo gestor deve tomar, além de estar por dentro da temática de Indústria 4.0, é saber quais processos podem ser automatizados, quais precisam de fato ser automatizados e qual será o impacto disso na instituição. Outro ponto super importante, trata-se da capacitação dos funcionários ou a contratação de mão de obra qualificada, pois apesar de toda tecnologia, alguns processos exigem a ação humana. E para automatizar os processos da sua empresa, a Genesis pode ser sua grande aliada, já que possui um sistema de gestão para indústrias que traz inovação disruptiva, atendendo Engenharia Clínica, Assistência Técnica, Manutenção Predial, Fabricantes de Equipamentos e a Manutenção Industrial com soluções de Engenharia de dados, Analytics, Inteligência Artificial e IoT (Internet das Coisas).  Clique no botão abaixo e veja na prática o quanto podemos transformar a sua realidade! Liberamos uma demonstração 100% gratuita! Comprove e surpreenda-se! >> QUERO CONHECER O GENESIS << Genesis - O futuro é agora!

Comentários

Deixe um Comentário


Onde estamos ? clique no mapaFechar Mapa

Entre em Contato

solicite uma demonstração sem compromisso

Telefone

(19) 8311-8453

(19) 983118453 (WhatsApp)

Email

Comercial@genesisz.net

Localização

Rua Vasco Fernandes Coutinho, 363 - Jardim Nossa Senhora Auxiliadora - Campinas/SP – CEP: 13076-261