Carregando Post...

ISO 55001 e a gestão de ativos. Entenda melhor!

Dentro dos hospitais, a engenharia clínica é peça primordial para o bom andamento da organização hospitalar e, consequentemente, de uma boa gestão dos ativos. A norma ISO 55001 traz uma melhora na sustentabilidade organizacional e melhora no gerenciamento de risco, além de melhorar a eficiência e eficácia dos serviços prestados. Neste artigo, entenda melhor como funciona a gestão de ativos e como o hospital pode se beneficiar dela. 🟢 O QUE É ISO 55001? A ISO 55001 é uma norma relacionada à qualidade e à ação do Software de Gestão de Ativos padrão em funcionamento na instituição. Ela especifica os requisitos para que as organizações implementem, atualizem e melhorem o sistema de gestão de ativos na unidade. A norma fala sobre abordagem estratégica, a fim de obter uma ótima alocação de recursos para a gestão, operação, manutenção e conservação de ativos.

O conceito de gestão de ativos integra diferentes departamentos de uma organização a fim de gerir seus ativos, através de custo-benefícios.
Ela permite que uma organização obtenha valor a partir dos ativos no alcance de seus objetivos organizacionais e apoia a obtenção de valor enquanto equilibra os custos financeiros, ambientais e sociais, riscos, qualidade de serviço e desempenho relacionados aos ativos. São vantagens da ISO 55001:

✔️ Melhor eficiência e eficácia dos ativos;
✔️ Riscos gerenciados;
✔️ Decisões informadas sobre investimentos em ativos;
✔️ Melhor processo de tomada de decisão;
✔️ Demonstração da conformidade;
✔️ Melhoria da imagem da instituição;
✔️ Melhoria da sustentabilidade organizacional;

Esta certificação pode ser conquistada no ambiente Hospitalar através de uma boa gestão de ativos e isto só é obtido através de um trabalho que envolve uma boa administração, tecnologia e o bom trabalho do setor de engenharia clínica. 


🟢 CENÁRIO ATUAL DO MERCADO DA ENGENHARIA CLÍNICA

Com o surgimento da pandemia pela Covid-19, no ano de 2020, surgiu uma alta demanda por determinados equipamentos médico-hospitalares e, por consequência disso, houve uma maior necessidade de realizar manutenções e calibrações de todos os aparelhos que estavam em desuso, além da aquisição de novos equipamentos.
  
Desta forma, a Engenharia Clínica passou a atuar mais frequentemente nos hospitais, desde o processo de aquisição dos equipamentos, até o processo de verificação, viabilidade e segurança dos EMHs (Equipamentos Médicos Hospitalares) dentro das instituições de saúde.

Outra forma de atuação imprescindível da Engenharia Clínica, foi a participação e a criação de campanhas por todo o país, nas quais foi necessário ter equipamentos médico-hospitalares eficientes, adquiridos de forma mais rápida possível.

Desta forma, o reconhecimento do profissional da área foi bastante evidenciado neste período, considerando que, quanto mais equipamentos pudessem ser utilizados com segurança, mais vidas poderiam ser salvas.

Então, tanto na compra e manutenção de respiradores que operaram na UTI, por exemplo, o engenheiro clínico esteve presente e seu papel foi e é fundamental dentro dos hospitais no período da pandemia. 

🟢 ENTENDA A IMPORTÂNCIA DA ENGENHARIA CLÍNICA PARA A GESTÃO HOSPITALAR


A Engenharia Clínica pode estar envolvida em diversos setores da área hospitalar e  atuar nos principais processos de gestão de um hospital, como por exemplo na  gestão da tecnologia, dos resíduos hospitalares e das finanças orçamentárias dos ativos. Este profissional otimiza o uso de recursos e também diminui os riscos de infecção hospitalar.
  
Como o engenheiro clínico é um profissional multidisciplinar, existem muitos  setores hospitalares que se beneficiam de sua atuação nos processos de gestão.

Segue alguns exemplos  de  integração de outros setores com a engenharia clínica.

👉 Relações institucionais: estabelecendo parcerias com diversos laboratórios e outras instituições, também recebe agências reguladoras para inspeção e auditoria no hospital;

👉 Logística: o engenheiro clínico pode relacionar quais equipamentos são realmente uma prioridade para o hospital, estruturar reformas necessárias e manutenção predial e, também, orientar como fazer uma transição segura para não avariar os aparelhos caso haja mudanças estruturais;

👉 Finanças: ele pode receber agentes de leasing (financiamento) e atuar diante dos agentes financeiros, de forma a criar uma gestão voltada para a saúde e para a  gestão da instituição hospitalar;

👉 Recursos humanos: irá dimensionar equipes, participar de treinamentos das equipes interdisciplinares e administrar a necessidade de determinados especialistas nos plantões, inspecionando as práticas médicas.

🟢 DESAFIOS ENFRENTADOS PELA ENGENHARIA CLÍNICA

Os grandes objetivos relacionados à engenharia clínica são, primeiramente, o reconhecimento da área perante a sociedade. Muitas pessoas desconhecem a área e o campo de atuação do engenheiro clínico, assim como a importância do profissional dentro dos hospitais. 

A falta de planejamento financeiro e investimento nos hospitais consequentemente impacta na falta de insumos e na falta também de investimento no trabalho do profissional de engenharia clínica. 

🟢COMO O GERENCIAMENTO DOS ATIVOS HOSPITALARES PODE POTENCIALIZAR OS RESULTADOS DE UM HOSPITAL 


Os hospitais são ambientes onde há a maior exigência por uma qualidade acima da média e que não deve ser vista como vaidade, uma vez que é um local que lida com vidas humanas, e isto é uma forma de assegurar muito mais proteção aos pacientes, deixando-o sempre em primeiro lugar.

A gestão de ativos tem tudo a ver com essa preocupação mais forte e exigente, pois os ativos aqui se referem aos aparelhos, equipamentos, insumos e medicamentos utilizados para cuidar das pessoas, bem como, a estrutura da própria instituição, pois tudo deve caminhar com excelência dentro do hospital. 

Quando há um controle sobre as condições técnicas desses equipamentos, como a ISO 55001, o trabalho do engenheiro clínico resulta em uma maior tranquilidade e confiança do paciente, em relação aos tratamentos e intervenções realizadas naquele espaço.

Assim, para uma eficiente gestão de ativos você precisa contar com a tecnologia e, de preferência, com uma plataforma inteligente e com Inteligência Artificial, que integre as equipes e otimize as tomadas de decisão.

Este cenário de equilíbrio e fluidez de gestão não pode ser conquistado através de um gerenciamento manual ou antiquado que não funciona e não conversa com os demais setores do hospital.
É necessária a integração e uma boa tecnologia para minimizar os possíveis erros que, neste ambiente, podem resultar em perdas irreparáveis.

🟢INVISTA EM UM SISTEMA CAPAZ DE GERENCIAR ATIVOS COM ALTA TECNOLOGIA E AUMENTAR A PRODUTIVIDADE HOSPITALAR


Com um controle de ativos bem realizado, utilizando a
tecnologia certa, o seu hospital poderá cumprir 100% a principal missão: cuidar da saúde dos pacientes.

Dessa forma, é preciso garantir que sua equipe tenha uma infraestrutura completa e uma disponibilidade de equipamentos para executar as funções dentro do ambiente de trabalho, gerenciar esses ativos e alcançar os preceitos da ISO 55001.
 

O sistema Genesis é integrado com Inteligência Artificial. É baseado em tecnologia 4.0, com machine learning, deep learning e é capaz de realizar a gestão de ativos hospitalares com o mais importante: eficiência, agilidade, segurança e confiabilidade de dados! Nossa tecnologia compactua com os itens estipulados pela ISO 55001 e otimiza a prestação de serviço, melhorando o funcionamento das rotinas hospitalares pelo país
.
Aproveite e conheça o Sistema Genesis em nosso canal.

Deixe um comentário para nós, na caixinha logo abaixo.

Comentários

Deixe um Comentário


Onde estamos ? clique no mapaFechar Mapa

Entre em Contato

solicite uma demonstração sem compromisso

Telefone

(19) 8311-8453

(19) 983118453 (WhatsApp)

Email

Comercial@genesisz.net

Localização

Rua Doutor Armando Sales de Oliveira numero 551 Taquaral Campinas SP CEP 13076015